seu Currículo

1 Tática Infalível para Destacar no seu Currículo

A melhor forma para se destacar entre os concorrentes é por meio do seu currículo, sendo esse o primeiro passo para chamar a atenção de um recrutador.

Em tempos de crise, sobretudo a que o país vem passando, ter um bom currículo já ajuda muito na busca por emprego.

Ainda mais sabendo que a disputa está bastante acirrada, são milhões de trabalhadores querendo voltar ao mercado de trabalho, para uma baixa oferta de vagas.

Mesmo enviando muitos CVs, mantendo contado com pessoas influentes através do networking, assim também recebendo algumas indicações; alguns candidatos mal recebem retorno positivo dos recrutadores.

O motivo está justamente em seu currículo, que não destaca o necessário.

CVs objetivos tem mais chances de chamarem atenção no mercado de trabalho

Primeiro que o documento precisa ter qualidade, e não quantidade, até porque nos tempos atuais, os recrutadores têm cada vez menos tempo para analisar o candidato pelo currículo.

Entre muitos fatores, o candidato também não pode se empenhar apenas em usar palavras-chaves, que nem sempre ajudam, o currículo precisa, por exemplo, manter uma narrativa.

O uso de palavras-chaves ainda remete a um modo genérico de descrição daquele candidato, que o que as empresas não querem nem de longe.

Em poucas palavras, esse documento tem muitas coisas que não precisa, mas hoje você vai saber algo que é essencial ter no seu currículo, para que ele consiga o destaque necessário, continue lendo arquivo e vamos então ao que interessa:

Seja sucinto, mas fale tudo no seu currículo

O que deixar de fora do seu currículo



Gostou do que vem por aí? Então compartilhe esse material com seus amigos, assim cada vez mais pessoas vão alcançar seu crescimento profissional.

Facebook (o mais popular)

LinkedIn (o mais profissional)

E-mail (o mais democrático)

 

SEJA SUCINTO, MAS FALE TUDO NO SEU CURRÍCULO

Os currículos não precisam ser extensos, tanto é que ele deve ter, ao máximo, duas folhas.

Como as empresas dispõem de pouco tempo para avaliar o candidato no papel, aqueles muito longos são descartados com facilidade.

O fato do currículo vir com mais de duas páginas indica um ponto negativo.

Com isso, o recrutador pode entender que aquele candidato não é capaz de sintetizar dados importantes, por isso inclui tudo sobre sua experiência profissional e acadêmica no documento.

No caso, para que seu currículo tenha destaque sem precisar de muito, ele precisa trazer todas as informações que a vaga pede, mas sempre de modo claro e objetivo.

Mas não é indicado pecar pela falta, nem pelo excesso.

O currículo tem que ser básico, vir em papel simples e sem muitos anexos, isso pode destaca-lo de modo errado ao recrutador.

Por exemplo, no início algumas informações podem ser retiradas sem medo, porque não são tão relevantes ao recrutador.

O que o candidato deve incluir é o nome, endereço e dados de contato – um telefone, que seja fácil encontra-lo, por isso o celular é a melhor opção, e um e-mail, sempre profissional – dispensando outras informações.

Para o recrutador, pouco interessa estar no papel a sua idade, estado civil e o número de filhos, isso ele pode perguntar, e se quiser também anotar, durante a entrevista pessoal.

Embora não seja tão usado, algumas pessoas incluem em seu currículo dados totalmente desnecessários, como o fato de não fumar ou a religião.

Se isso não for importante ao cargo ou a postura da empresa, não tem porque fazer parte do documento.

Ainda há algumas dicas pequenas que ajudam a tornar o currículo ainda mais sucinto e objetivo.

Recursos como negritar algumas palavras ou ainda deixá-las em caixa alta, pôr exemplo, dão destaque, por isso não são usadas de forma vaga.

Quando quiser enfatizar algo no seu currículo, utilize esse recurso sem medo.

Vale usar em palavras-chaves ou frases que julgue importante.

Normalmente, esse recurso é empregado na formação do candidato ou na área em que possui mais tempo de experiência.

O recrutador pode estar buscando justamente por essa informação, e vai acha-la com maior facilidade.

Por fim, o seu currículo precisa apresentar uma propaganda atrativa, e para a montagem trazer isso ao recrutador, ele precisa que, ao menos, a metade da página cite as principais conquistas e habilidades do candidato.

Com isso, o recrutador de cara já tem as informações mais essenciais daquele indivíduo, o que vai chamar a sua atenção de forma natural, além de destacar o que há de melhor a ser oferecido para a empresa.

Tornar o currículo objetivo ao mesmo tempo em que ele traz todas as informações necessárias, é a forma mais adequada de chamar a atenção do recrutador e que, com certeza, vai te deixar a frente de outros candidatos.

 

O QUE DEIXAR DE FORA DO SEU CURRÍCULO

Sabendo como tornar seu currículo mais atrativo e destaca-lo, nunca é errado ressaltar o que ele não deve ter, porque também ajuda bastante a ter um bom CV.

O currículo é, em resumo, um documento de marketing pessoal, onde o candidato o utiliza para ser impulsionado no mercado de trabalho, por isso é essencial que ele seja bom.

Justamente por funcionar como uma propaganda do candidato, alguns pontos não precisam fazer parte do documento.

Em geral, é evitado colocar demissões e rebaixamentos no currículo, assim como problemas financeiros, históricos de doenças e muitas outras informações que não são relevantes ao cargo e, muitas vezes, para a empresa.

Muitos pontos que enchem o currículo de forma negativa acabam analisados pelo próprio recrutador na entrevista, que é o momento onde ele de fato vai conhecer o candidato.

A entrevista de emprego serve, sobretudo, para que a empresa conheça e avalie esse indivíduo, por isso muitas informações não precisam estar no currículo, porque serão abordadas dentro dessa entrevista, caso ele seja selecionado a essa etapa.

Até porque, muito dessa avaliação não será feita somente com o que está no currículo, mas pela postura do candidato, por exemplo.

Por isso, até mesmo a roupa utilizada na entrevista pode servir de critério avaliativo para o recrutador.

Como as empresas precisam conhecer esse candidato, eles empregam diversas formas de fazerem isso, com informações além do que está em seu currículo e no que é apresentado na entrevista.

O candidato pode, por exemplo, ter habilidades no currículo que não possui de fato ou não são apuradas, que não ficam claras na entrevista, mas são elevadas em uma dinâmica, por exemplo.


Você deseja ter uma carreira de sucesso? entender sobre os desafios e aprender a desenvolver habilidades e competências? Conheça nosso e-book carreira de sucesso. Clique aqui embaixo e saiba mais!


Um grande Abraço, conte comigo e até breve!

atenciosamente,

Como escolher Especialidade Médica
Marcio Sumay
Master Coach

Como escolher Especialidade Médica


Aproveite também para se inscrever em nossa lista de e-mail e seja o primeiro a receber novos artigos, infográficos, ebooks e muito mais.


Comente pelo Facebook