plano de carreira pessoal

Saiba Como Montar um Plano de Carreira Pessoal

Ter uma carreira sólida e estável requer um bom planejamento, é por isso que o plano de carreira pessoal se torna imprescindível para alcançar esse objetivo.

Traçar seu futuro é focar em metas especificas que te levarão a ter sucesso, mas a trajetória nem sempre é fácil e esse objetivo deve ser engajado como um plano de carreira pessoal de longo prazo.

Antes de mais nada, qual é seu maior objetivo profissional? Conseguir o emprego dos sonhos, ser promovido a um cargo melhor ou se tornar um líder, por exemplo.

São através desses desejos que iniciamos nosso plano de carreira pessoal, onde objetivamos as etapas e ações até conseguir chegar ao último degrau.

Quando organizamos esses objetivos em forma de um plano de carreira pessoal, podemos ter uma expectativa mais real e clara do que a nossa carreira precisa para ser melhorada.

O plano de carreira pessoal também é uma forma de motivação, já que através dele, nos sentimos mais motivados a conquistar a posição de estabilidade na profissão.



Por que Fazer um Plano de Carreira Pessoal ?

Esse planejamento tem como ideia a definição, de uma forma bastante realista, de onde queremos estar daqui alguns anos, focando na vida profissional.

Com isso, você conseguirá analisar se as ações que está realizando, conseguem se enquadrar ao que você precisa para alcançar seu objetivo.

Por muito tempo, boa parte dos profissionais acabava entrando no mercado de trabalho sem nenhum objetivo concreto de crescimento, onde a sua carreira crescia de acordo com as oportunidades que surgiam eventualmente.

Assim, muitos acabavam estagnados em um cargo especifico até a aposentadoria, sem procurar uma melhoria ou ir atrás de algo que realmente lhe fizesse bem profissionalmente.

As novas gerações têm hoje um outro foco, na maioria dos casos, o crescimento é sempre o principal deles.

Para isso, eles se dedicam muito, buscando certa estabilidade e sucesso profissional.


Muito Prazer, sou

Cristina Padula
Coach Especialista em Carreira

E quero ajudar você a conseguir sua melhor performance com métodos práticos e objetivos. Vamos juntos?


Saia da Zona de Conforto

Esse é o primeiro passo para iniciar o seu plano de carreira pessoal.

A regra é arriscar, sem medo, e se abrir para os riscos que podem aparecer.

Isso inclui novas experiências, talvez em atividades que você tem pouco conhecimento, por exemplo.

Analise sua Situação

Esse ponto é usado para que você entenda alguns fatores, relacionados ao setor que está inserido no momento.

Neste caso, se faça algumas perguntas como: qual a sua ocupação e se você está feliz nela; o que mais gosta de fazer no seu trabalho e o que te desagrada.

Se for preciso, anote as respostas para ter mais clareza.

Defina o seu Objetivo

A ideia é pensar para frente, então como você se vê profissionalmente daqui a cinco anos? A reflexão é uma forma de entendermos o que é necessário para a sua vida profissional, alcançando a felicidade e estabilidade no setor que você atua, ou trazendo outros objetivos para a carreira.

Tendo um objetivo definido, seu futuro será melhor guiado e assim, será possível alcançar melhores oportunidades.

Trace Metas e Prazos

Sabendo o que quer, fica mais fácil traçar as metas para chegar nesse lugar.

Desta forma, identifique, por exemplo, o que te separa desse objetivo e coloque ações para mudar essa distância.

Também estipule prazos para conseguir alcançar essas metas, isso é uma das melhores formas de motivação.


Agora que você leitor já sabe Como Montar um Plano de Carreira Pessoal, que tal se inteirar de 20 Sinais Provando que Você Não Está Pronto Para Ser Chefe.

Clique aqui e confira um super post que separamos para você em nosso blog sobre o assunto.

Gostou? Compartilhe com seu grupo de amigos nas redes sociais, e não esqueça de deixar um comentário logo ali embaixo↓


Cristina Padula
Coach Especialista em Carreiras

“Busquei o processo de coaching como apoio para transição entre carreira numa empresa para empreender. O apoio da Cris foi muito importante, pois abriu minha visão para situações que antes eu ignorava além de me dar maior segurança em fazer o movimento; sabendo inclusive que não necessariamente seria, um movimento sem volta. Também foi muito positivo a ajuda em aprimorar o autoconhecimento, além de habilidades que precisavam ser aperfeiçoadas e/ou adquiridas. A experiência foi bastante positiva e tornarei a fazer em um momento oportuno.”
Thiago Henrique Bido – Gerente Comercial

Conheça mais sobre mim:

 

Comente pelo Facebook